Bleisure: conheça a tendência que mescla viagens corporativas e lazer

Bleisure: conheça a tendência que mescla viagens corporativas e lazer

Confira o que é a tendência Bleisure e se sua empresa já está por dentro dessa modalidade

Um novo segmento de viagens que possui uma mistura entre corporativo e lazer vem se destacando no mercado. Já ouviu falar em Bleisure?!

As viagens corporativas se tornaram um importante investimento para empresas que querem se destacar e sair à frente da concorrência.

Por isso, a novidade tem chamado a atenção de quem viaja a negócios.

O que é o Bleisure?

Bleisure

Bleisure: confira essa modalidade de viagem corporativa e lazer

Antes de mais nada, responda com sinceridade: quem é que nunca deu aquela “esticada” na viagem de negócios para aproveitar mais dias de lazer naquele ou em um outro destino?

É até comum se deparar com essa situação. O viajante quer aproveitar o destino ao máximo, já que não consegue fazer tudo o que gostaria no destino em uma estadia curta exclusiva para reuniões, treinamentos e outros eventos corporativos.

De maneira bastante informal, este é basicamente o conceito do Bleisure. Isso mesmo! A expressão tem origem nas palavras em inglês: Business e Leisure, que significam negócios e lazer.

De modo geral, Bleisure é viagem a negócios que é estendida para aproveitar a estadia no mesmo local, tornando-se, assim, uma viagem de lazer também.

A tendência do Bleisure

O negócio já está sendo tão difundido que a empresa Phocuswright: Global Travel Market Research Company, organização de pesquisa especializada na indústria do Turismo, divulgou números interessantes:

  • 64% dos viajantes corporativos estendem suas viagens;
  • A média de extensão da viagem é de até 4 dias;
  • Desses viajantes corporativos, 60% deles estendem a viagem acompanhados de outra pessoa.

E, claro, as médias devem subir cada vez mais com a tendência e as políticas de viagens entre empresas e colaboradores.

Prós e contras do Bleisure

Pontos positivos

Ao mercado:

Muitas redes de hotéis têm criado estratégias voltadas exclusivamente para este público. Afinal, são mais interessados em hospedagens e que normalmente não vão só.

Ao viajante:

O momento da viagem a negócio se transforma em uma chance de descanso e conhecimento do destino, unindo o útil ao agradável.

Desta forma, o viajante ainda deixa de ver a viagem como apenas uma obrigação a trabalho, mas também aquela oportunidade de lazer que é única, em um mesmo pacote de viagem, com custos reduzidos.

Pontos negativos

A grande questão do Bleisure é: Quais as responsabilidades da empresa e as do viajante, neste caso? Até que ponto a empresa deve oferecer esta oportunidade? Quais os direitos do viajante corporativo? O que está definido em lei?

Bem… Para estas questões, a melhor saída é ter, de maneira clara e objetiva, diretrizes bastante estabelecidas em uma Política de Viagens Corporativas.

Somente por meio deste documento é possível evitar desentendimentos na hora do reembolso e dos relatórios gerenciais das viagens a trabalho.

E para você? O Bleisure já chegou em sua empresa e funciona de maneira positiva?

Se quiser saber mais sobre como mesclar a viagem de negócios com lazer na sua empresa, entre em contato conosco!

Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *