Viagens Corporativas: Desafios para 2016

Quais são os desafios dos gestores de viagens corporativas para 2016? Confira este post e baixe um eBook sobre o tema

Desde meados de 2013 as expectativas para 2014, 2015 e 2016 apontam trajetória de queda e continuam a ser revistos para baixo. Se em 2014 o PIB deve crescer 0% (economia estagnada), em 2015 o crescimento é negativo em 0,6% (economia em recessão) para apenas em 2016 voltar a crescer 1,5% (mesmo assim as projeções têm viés de baixa).

Somado a estes fatores temos um outro vilão da história: desempregado aumentando e as taxas de juros cada vez maiores. Essa é um cenário que assusta qualquer investidor! Os consumidores também passam a controlar mais seus gastos com receio do virá em 2016.

Agora é o momento das empresas refletirem sobre seus orçamentos e investir de forma inteligente para não perder mercado e tão pouco gastar de forma imprudente. Esse conjunto de fatores provavelmente atingirá viagens corporativas para 2016 e consequentemente os desafios serão maiores pois as empresas colocarão o pé no freio.

eBook Desafios da Gestão de Viagens Corporativas para 2016

Pensando nesse cenário nada amigável, a Emporium Travel desenvolveu um eBook para gestores de viagens com objetivo de ajudá-los a planejar seus orçamentos e mostrar os possíveis obstáculos o crescimento para o próximo ano.  A principal dúvida que observamos nas empresas todos os anos é como realizar uma previsão de demanda para viagens corporativas. Acreditamos que existem duas formas de medir a demanda que a sua empresa pode utilizar e neste eBook oferecemos alguns insights de como proceder.

ebook-desafios-gestao-viagens-corporativas-2016

Outro fator importante é verificar e entender quais tipos de indicadores (KPI’s) sua empresa precisa analisar para ter um controle mais robusto das viagens corporativas. Estes indicadores precisam expor de forma clara o nível de sucesso do que foi planejado e também mostrar as ineficiências dos processos justamente para que ações corretivas sejam feitas de forma mais dinâmica.

A mensagem final que podemos deixar a todos os profissionais que trabalham com viagens corporativas é em primeiro planejar seu orçamento de acordo com o perfil da sua empresa mas principalmente entender o momento que ela vive para diluir projetos por etapas para investir de maneira inteligente.

Se ainda em 2016 não teremos um período de bonança devemos lançar mão de estratégias para maximizar nossos resultados no futuro.

 

Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *