reembolso | Emporium – Business Travel
Normas para reembolso de despesas de viagem: perderam o recibo, e agora?

Normas para reembolso de despesas de viagem: perderam o recibo, e agora?

Entenda como a definição das normas para reembolso de despesas de viagem pode acarretar em imprevistos Em uma viagem corporativa, o pagamento de gastos gerados pelo colaborador durante a sua estadia pode se transformar em grandes dores de cabeça. Isso caso as normas para reembolso de despesas de viagem da empresa não estejam bem definidas. Burocracias e informações incertas sobre o que será, ou não, reembolsado ao viajante podem ser motivos de conflito entre as partes envolvidas. Principalmente na ausência de uma gestão eficiente, com estratégias alinhadas para lidar com as mais diversas situações, como por exemplo, a perda de um recibo. Com tantos compromissos e prioridades designadas ao profissional em uma viagem a negócios, o gerenciamento manual dos gastos – que consiste em juntar e entregar os recibos no retorno – pode tornar suscetível casos como esse. “Mas o que fazer se o recibo foi perdido?” Antecipação é a palavra para combater desgastes com o reembolso de funcionários. E isso inclui a definição das normas para reembolso de despesas de viagem, com pontos claros para imprevistos – como a perda. Uma política de reembolso organizada torna os processos mais simples e coerentes. Assim, auxilia em um tratamento justo com os colaboradores quanto às considerações e limites de devolução de gastos durante as viagens corporativas. Contudo, a maioria das normas para reembolso de despesas de viagem destacam que o pagamento só deve ser realizado mediante apresentação do recibo físico no retorno do funcionário à empresa. Neste caso, caberá à empresa e aos responsáveis pela gestão de prestação de contas prosseguir com as regras previstas na norma. Ou propor um acordo junto ao...
Modelo de Política de Reembolso de Viagens

Modelo de Política de Reembolso de Viagens

Política de reembolso de viagens: saiba como garantir o bem-estar do viajante sem grandes prejuízos e imprevistos Todo e qualquer colaborador busca tranquilidade e segurança durante suas viagens corporativas. Para isso, é preciso estabelecer uma política de reembolso de viagens. Afinal, passagens aéreas, hospedagem, locomoção no destino, alimentação e serviços de telefonia são aspectos que devem ser planejados e geralmente custeados pela empresa. Para evitar prejuízos, abusos e imprevistos na hora de reembolsar seus viajantes diante das despesas realizadas, manter uma política de reembolso bem definida e com que detalhes bem organizados é imprescindível. Isso causa maior economia à empresa quanto um todo bem como maior comodidade ao colaborador e à toda equipe responsável por seu deslocamento a negócios. Como formular uma política de reembolso A Emporium Travel, referência em viagens corporativas, te dará todo o suporte. Assim você irá formalizar regras e procedimentos para um tratamento justo com os colaboradores e também terá maior economia à sua organização. Todas estas dicas estão disponíveis de maneira clara e objetiva no novo e-book “Modelo de Política de Reembolso de Viagens para a Diretoria de Empresas”. Com certeza esse conteúdo será essencial no dia-a-dia da sua gestão de viagens. O que você encontrará no e-book Adiantamento de Despesas Entenda em quais casos o viajante poderá ou não solicitar um adiantamento de crédito para as despesas durante a viagem. Quanto devo reembolsar Descubra quais são os itens reembolsáveis e os limites de pagamento pela empresa. Despesas da empresa ou do viajante Confira se os programas de milhagem e upgrades são benefícios da empresa ou do viajante; e quem deve custear estes recursos. Como aplicar a política de reembolso Veja como implementar este modelo na sua empresa...